A Gravidez pode Alterar a Voz da Mulher

A gravidez é um dos momentos mais lindos na vida de uma mulher. Como tudo na vida tem as suas coisas boas e ruins, na gravidez não é diferente.

As boas são muitas como: vai chegar um novo membro na família, terá uma pessoa que poderá contar sempre com ela, poderá educar o bebê do seu jeito e a vida se encherá de felicidade.

Já as ruins se resumem aos sintomas da gravidez como mal-estar, enjoos, corpo inchado e algumas alterações.

Quando uma mulher engravida não é só a sua barriga que sofre alteração, pois, no período de gestação os pés da mulher aumentam, a visão muda e agora de acordo com um estudo a voz da grávida também sofre alterações.

Como a Gravidez pode Alterar a Voz da Gestante

Um novo estudo da Universidade de Sussex, na Inglaterra, comprovou o que muitas mulheres que engravidam sentiram na pele, melhor dizendo, na garganta. A gestação deixa a voz da futura mãe temporariamente mais grave. A voz volta ao normal completamente após um ano do parto.

Essa pesquisa é a primeira evidência científica coletada sobre essa transformação da voz, mas muitas mulheres que tiveram filhos já falaram dessa alteração como a cantora Adele.

A famosa afirmou em uma entrevista que o tom da sua voz ficou mais grave depois do nascimento do seu filho em 2012 e que levou anos para que ela voltasse ao normal.

Durante a pesquisa feita pela universidade da Inglaterra, os pesquisadores analisaram as vozes de 20 mães em um intervalo de 10 anos, incluindo gravações feitas antes da gravidez, durante a gestação e depois do parto.

Os áudios foram comparados aos de 20 mulheres que não tiveram filhos para que fossem descartadas mudanças na voz por causa da idade.

Os tons mais graves que as mães conseguiram alcançar caíram em torno de 14 Hz, depois da gravidez quando comparado a voz que elas tinham antes. O tom mais agudo que as mães conseguiram atingir também caiu, a queda foi de cerca de 44Hz.

Os responsáveis pela pesquisa ainda não sabem dizer o que causa essas mudanças, mais a hipótese mais provável é a de que a alteração nos níveis da hormona no período da gestação, principalmente a progesterona, estrogênio e a testosterona, seja a principal causadora da mudança de voz.

O processo seria parecido ao que acontece com mulheres depois da menopausa, quando o tom de voz também fica mais grave. Os especialistas também não descartam que o cansaço mental e físico das mães nos primeiros meses do bebê também possa ter um papel importante na mudança de voz.

Portanto, dar a luz a um bebê é um privilégio divino, mas durante a gravidez as mulheres passam por muitas mudanças boas e também ruins.

Advertisement