Tipos de parto: vantagens e desvantagens dos 4 tipos principais

Durante a gestação, são incontáveis os questionamentos e dúvidas da futura mamãe. Quando a barriga já está grande é inevitável – e importante – começar a pensar nos tipos de parto possíveis, afinal de contas, hoje em dia há mais do que apenas o parto normal comum ou cesárea.

Com tantas opções, vale a pena conhecer melhor o que cada uma tem de positivo e de negativo na visão de cada mulher.

4 principais tipos de parto para conhecer

Conheça a seguir os tipos de parto possíveis entre os principais e suas características para começar a pensar no seu.

  1. Parto normal

O parto normal ou parto vaginal ainda é o mais praticado por ser o que acontece da forma que a natureza preparou o corpo da mãe para conceber seu filhote. Na verdade, a expressão “parto normal” representa todos os tipos em que não há intervenção cirúrgica.

Esse tipo de parto pode ser feito em casa ou no hospital, com a mãe em diferentes posições, seja na banheira, de cócoras ou deitada.

Vantagens do parto normal

Permite uma recuperação mais rápida da mãe, já que não há pontos para cicatrizar. Nas condições ideais, o bebê nasce e em seguida já pode estar nos braços da mãe, proporcionando esse momento único de contato pele a pele e da primeira amamentação.

O bebê tem menos risco de problemas respiratórios e maior fortalecimento do sistema imunológico, pois as contrações vaginais ajudam a eliminar qualquer líquido que possa estar retido nos pulmões do bebê.

Desvantagens do parto normal.

Uma das desvantagens do parto normal é quando ocorre a laceração vaginal, que é quando a parte externa da vagina sofre um rasgo. Nesse caso é necessário ter por perto um profissional que possa fazer os pontos. Pode haver incontinência urinária durante o primeiro mês após o parto, mas a recuperação é natural, dia após dia, bem como no caso da dor no períneo, que é a região entre a vagina e o ânus.

Para o bebê, de modo geral, não há desvantagens porque esse é o tipo de nascimento que ele está naturalmente preparado. Entretanto, pode haver maior risco de traumatismo durante a passagem pelo canal vaginal e outros contratempos conforme o estado de saúde do bebê. Riscos sempre devem ser considerados, ainda que sejam muito baixos.

  1. Parto natural

O parto natural é o nome dado a um dos tipos de parto normal, pois o bebê nasce via vaginal. Ele é chamado de natural porque não há intervenção médica, como anestesia, fórceps, indução sintética de contrações ou uso de qualquer outro medicamento. Para aliviar a dor, a mãe pode receber massagens, banho quente e fazer determinadas posições.

Vantagens do parto natural

São as mesmas do parto normal, mas ainda sem precisar se recuperar de anestesia (que pode ser necessário no parto normal).

Desvantagens do parto natural

Também são as mesmas do parto normal e a mãe precisa treinar seus movimentos e posições para o alívio da dor, pois no momento do parto podem não funcionar tão bem e deixá-la mais desconfortável durante e logo após o nascimento do bebê.

  1. Parto humanizado

Denomina-se parto humanizado aquele em que todos os desejos e necessidades da mulher nesse momento sejam respeitados. O humanizado pode ser qualquer um dos tipos de parto, desde que cumpra com essa característica.

Se o parto ocorrer no hospital, é importante que tudo seja combinado com antecedência com a equipe médica para garantir que o parto seja realmente humanizado, conforme os pedidos da gestante.

Ela apenas não terá suas vontades atendidas em caso de emergência que coloque sua vida ou a do bebê em risco. Mesmo assim, será avisada sobre tudo o que estiver sendo feito para que tenha o seu consentimento ou da pessoa que estiver acompanhando.

Vantagens parto humanizado

Geralmente esse tipo de parto é realizado em ambientes previamente escolhidos pelos pais, como casas de parto ou mesmo residencial, criando uma atmosfera mais agradável para a mãe, com silêncio, tranquilidade e iluminação amena. Os pais participam de todo o processo e, havendo intervenção médica, qualquer atitude é avisada para o consentimento dos pais.

Desvantagens parto humanizado

Os pais precisam pesquisar com antecedência sobre um local ou uma equipe que esteja disposta a oferecer esse tipo de parto, já que no Brasil ainda prevalecem as práticas comuns de realizar um procedimento padrão.

  1. Cesárea

De acordo com o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc), quase 50% dos brasileiros nascem de cesárea. Junto com o parto normal, a cesárea está entre os tipos de parto mais praticados, tanto por escolha da mãe quanto por necessidade quando ocorre algum imprevisto ou existe uma situação de risco que torne algum dos tipos de parto normal inviável.

A cesárea obrigatoriamente deve ser feita em ambiente hospitalar, pois é um procedimento cirúrgico. O médico realiza um corte na região abdominal, hoje em dia feito na região pélvica para que a cicatriz fique escondida. Por esse corte ele chega ao útero e faz a retirada manual do bebê.

Vantagens da cesárea

Nos casos de necessidade de cesárea, esse procedimento pode salvar a vida da mãe e do bebê. Esses casos são quando a mãe tem hipertensão, quando são múltiplos bebês ou situações de emergência, como prolapso do cordão umbilical ou descolamento da placenta.

Além do mais, os médicos especialistas lembram que a cesárea é um procedimento muito mais rápido do que o parto normal, que pode levar muitas horas.

Desvantagens cesárea

Na cesárea a mãe vai precisar receber pontos e, por isso, sua recuperação será mais demorada e necessitará de mais cuidados para evitar infecções ou hemorragias.

Os bebês que nascem de cesárea têm maior risco de doenças respiratórias e alergias.

Parto normal ou cesárea: qual escolher?

Mesmo com tantas opções de parto, a escolha deve ser feita em conjunto com a família e o obstetra, pensando no que será melhor para a mãe e para o bebê e, claro, levando em conta as particularidades de cada gestação.

Por exemplo, se for uma gravidez de risco, certamente o médico irá recomendar que o parto seja feito em um hospital com toda a estrutura necessária em caso de alguma emergência.

É importante que a mãe pesquise em detalhes tudo o que envolve os tipos de parto que estiver pensando em fazer para que se sinta segura e esteja preparada para qualquer imprevisto

Advertisement