Psicólogo Infantil: Quando é necessário procurar Ajuda Profissional

Buscar pela ajuda de um psicólogo infantil quando as crianças vivenciam situações de grandes mudanças na vida, como por exemplo a separação dos pais, mudança de cidade e de escola, nascimento do irmãozinho ou perda do animal de estimação, seu comportamento pode sofrer mudanças podem ajudá-las bastante!

Geralmente a criança fica bem e se adapta às novidades, apenas com o apoio dos familiares. Mas às vezes, mesmo com muito amor e atenção, ela precisa ser guiada por um profissional que irá ajudá-la a lidar com seus sentimentos e compreender o que está vivendo.

5 Sinais de que seu Filho precisa de um psicólogo infantil

As crianças pequenas são intensas em seus sentimentos. Em um momento estão eufóricas, mas quando ficam tristes o drama também é grande.

Justamente por isso os pais devem se manter atentos ao comportamento dos filhos a fim de conseguirem perceber quando os pequenos demonstram muita tristeza, perda de interesse nas atividades que gostavam, choro excessivo ou agressividade.

O prolongamento desse tipo de sentimento e comportamento é um sinal que merece atenção. Pode ser o momento de fazer uma consulta ao psicólogo infantil.

Agitação, inquietude e falta de atenção

Os pais gostam de ver seus filhos inquietos, querendo fazer perguntas e descobertas, sempre dispostos a brincar mais.

Porém, em alguns casos, a agitação, a inquietude e a falta de atenção podem atrapalhar a rotina da família.

Mesmo não parecendo, a criança também se sente incomodada por não conseguir parar e focar em algo do seu interesse, o que dificulta o seu aprendizado.

A partir de um diagnóstico feito pelo psicólogo infantil, fica mais fácil realizar um acompanhamento com terapia direcionada que vai ajudar toda a família a lidar melhor com a situação. Inclusive, há diversos casos em que a terapia familiar resolve o problema, pois a criança sofre grande influência do comportamento dos pais.

Agressividade

Durante a primeira infância é bem comum a criança apresentar um comportamento mais agressivo.

É preciso que os pais analisem de que forma essa agressividade ocorre, se é dentro de uma atmosfera de brincadeira em que a criança é agressiva por ser competitiva, mas não demonstra raiva, ou se é uma agressividade acompanhada de raiva e estresse, deixando a criança angustiada e afastada das pessoas.

Pode ser um sinal de que o pequeno está com dificuldades de lidar com certos sentimentos, então um psicólogo infantil poderá ajudar.

Alteração repentina ou exagerada de comportamento

A criança que já dormia sozinha no quarto, está se recusando a ficar longe dos pais à noite? Começou a fazer xixi na cama depois de já ter aprendido a não fazer? Não quer ir para a escola e o apetite não é o mesmo?

Esses são sinais de alerta para os pais cogitarem a consulta a um psicólogo infantil, caso não se sintam preparados para perceber a causa dessas mudanças e agir de forma a ajudar a criança com seus sentimentos.

Problemas na escola

A escola é o ambiente no qual a criança vai vivenciar suas mais intensas experiências, sozinha, longe dos pais.

É a sua vida social em andamento e há muita informação acontecendo. Sendo assim, muitas crianças têm dificuldade de lidar com as novas exigências que lhes são cobradas e podem apresentar problemas de aprendizagem ou em fazer amizades.

Há muito o que investigar nesses casos, podendo ser algo simples de resolver ou, de fato, um diagnóstico importante a ser feito e tratado. Portanto, vale a pena consultar um psicólogo infantil.

Regressão no desenvolvimento

Aqui também vale o exemplo do xixi na cama ou da criança começar a se recusar a dormir sozinha, como já costumava fazer. A chegada de um irmãozinho é uma das situações mais clássicas de regressão no desenvolvimento.

O irmão mais velho percebe que deixou de ser o bebê da casa e os pais precisam saber como fazê-lo se sentir importante nesse contexto para que a insegurança vá embora.

Certamente, o acompanhamento de um profissional será importante nesse momento delicado para dar as orientações corretas aos pais.

Advertisement