Quinta-feira , Dezembro 8 2022
microcefalia

Microcefalia: Sintomas e Tratamentos

Devido principalmente ao surto de microcefalia que ocorreu no Brasil depois da chegada do zica vírus, as pessoas, especialmente as mulheres em idade fértil que podem engravidar a qualquer momento, ficaram muito interessadas e preocupadas em relação a essa coisa de nome tão assustador.

As mulheres grávidas em especial passaram a viver um terror insuportável, com medo de contrair a doença e ter seus filhos com deficiências permanentes.

Porém tudo que é desconhecido e assombroso deve ser desvendado e dominado por todos, pois a informação é a melhor ferramenta para esclarecer dúvidas e questionamentos.

Esse é o pressuposto fundamental desse artigo, destrinchar esse grave problema de saúde pública para que você tenha as ferramentas para compreender e combater a microcefalia de modo adequado e eficaz, evitando se possível ter um filho vítima dessa má formação e se isso não for possível,para entender melhor a doença e saber buscar o tratamento mais correto .

O que é microcefalia ?

A microcefalia é um problema neurológico muito raro em que o crânio e o cérebro de um bebê são bem menores do que o normal para bebês recém-nascidos.

A microcefalia é diagnosticada na maioria dos casos logo depois do nascimento e é resultado de um crescimento insuficiente do cérebro do bebê durante a gestação.

Infelizmente as crianças portadoras de microcefalia apresentam problemas em seu desenvolvimento na totalidade dos casos.

Não existe ainda um tratamento capaz de reverter totalmente a microcefalia, fazendo com que só se possa melhorar os seus efeitos com os tratamentos hoje à disposição.

A microcefalia pode ser causada por problemas ambientais e genéticos.

Causas da microcefalia

Quando o cérebro da criança não cresce normalmente durante a gestação ou até mesmo durante a infância se configura a microcefalia.

As causas da microcefalia podem ser de cunho genético. Estas doenças são:

  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Seckel;
  • Síndrome de Smith-Lemli–Opitz;
  • Síndrome de Edwards;
  • Síndrome de Cornélia de Lange
  • Síndrome Cri Du chat
  • Síndrome de Rubinstein – Taybi.
  • Existem ainda causas não genéticas para a terrível microcefalia, que são;
  • Exposição a drogas, álcool e certos produtos químicos na gravidez;
  • Desnutrição grave na gestação;
  • Toxoplasmose congênita na gravidez;
  • Infecção congênita por citomegalovírus;
  • Fenilcetonúria materna;
  • Rubéola congênita na gravidez;
  • Diminuição do oxigênio para o cérebro fetal: algumas complicações na gravidez ou parto podem diminuir a oxigenação para o cérebro do bebê;
  • Zica vírus durante a gravidez.

Tratamento da microcefalia

Como já foi dito, ainda não existe uma forma de fazer o cérebro da criança chegar ao tamanho normal.

Portanto o tratamento consiste em terapias capazes de melhorar as habilidades cognitivas da criança, como por exemplo, fonoaudióloga, fisioterapia, terapia ocupacional entre outras.

CONFIRA

remedio caseiro para roseola infantil

Remédio caseiro para roséola infantil

A roséola infantil, também chamada de exantema súbita, é uma infeção viral, causada por um …